Portel, Portugal – Nuno Álvares Pereira

Dispensa apresentações. No entanto, se perguntarem o que fazia ele por estas bandas, era capaz de arriscar que talvez fosse até à Vidigueira matar a sede, e de seguida ter com a amante a Mértola…

5 thoughts on “Portel, Portugal – Nuno Álvares Pereira

  1. Atão…na vejo onde esteja o espanto! 😛
    Se o homem era dono desta terra e mais algumas por perto, a terra devia-lhe esta estátua, ora.

    Agora, se ele foi à Vidiguêra enfrascar-se e tinha uma amante lá para Mértola, ai… isso já ê na sê.

    Saudações alentejanas e um bom fim-de-semana sem sede nem amantes… 😀

  2. Para quem sabe, então passará a saber:
    Durante a guerra civil de 1383-85, que entre outras coisas deu origem à Batalha de Aljubarrota, o alcaide de Portel apoiava na altura o lado de Castela. A vila foi “retomada” para a coroa portuguesa por D. Nuno Álvares Pereira. Como recompensa, D. João I concedeu-lhe então as terras de Portel, juntamente com respectivos rendimentos.
    😉

  3. Um personagem muito ocupado 🙂
    Cuidar das terras, ir ter com a amante, matar a sede…e o cavalo? Teve direito a um fardo palha e uma aguinha?

  4. Então… coitado… também tem direito a matar a sede e a mais uns extras… entre eles, também a uma estátua… depois de ter andado a ver se tornava este nosso rectângulo à beira mar, em qualquer coisa de nosso…
    Eu teria dado uma ligeira aparadela à foto, do lado direito… de resto… tudo perfeito! Gosto imenso da perspectiva, e do céu à FCP…
    Saudações apresentadas
    Ana

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: