Costa de Caparica, Portugal

O inverso de “trabalhar para o bronze”…

Granada, Espanha

“Cuevas” são originalmente casas trogloditas escavadas na rocha, situadas no bairro granadino de Sacromonte. Na sua maioria habitadas por ciganos, hoje em dia muitas são lugares de espectáculos de Flamenco que, segundo reza alguma história, é originário de Granada (outra história refere que a sua origem está em Cádiz…). Resumindo e concluindo, actualmente, este é um dos bairros mais turísticos e frequentados do burgo, devido à cultura e tradições dos seus habitantes e ao trabalho desenvolvido com estes na sua inserção e participação na comunidade, exemplo de que a inclusão social é possível.

Lisboa, Portugal

Vista do Castelo de São Jorge a partir do Miradouro da Senhora do Monte.

Beja, Portugal

Boa viagem!

Aljustrel, Portugal

Um moinho de vento sem velas para o vento.

Alentejo, Portugal

Malmequer ou Girassol? A pena aos entendidos…

Alqueva, Portugal

Do ar para o ar, da ave mecânica para a ave de carne e penas. Uma cegonha paira sobre o grande lago do Alqueva.

Beja, Portugal

Um quadrimotor a hélices em aproximação ao aeroporto de Beja.

Aljustrel, Portugal

Panorâmica da bela vila alentejana de Aljustrel, famosa pela sua actividade mineira.

Aeroporto, Beja, Portugal

Existe uma velha máxima que diz que um homem só se realiza quando cumpre estes três desideratos: ter um filho, escrever um livro e plantar uma árvore. Eu acrescentar-lhe-ia mais outro: visitar o aeroporto de Beja. E assim um homem pode morrer feliz.

Budha Éden, Bombarral, Portugal

Mais um Buda. Este é mais generoso, parece estar a atirar pevides ou amendoins aos terrenos…

Alentejo, Portugal

Como sabeis, ou pelo menos devieis saber, o Roadrunner percebe tanto de botânica como um pescador percebe de ordenha. Por tal, se algum iluminado se quiser pronunciar…

Alqueva, Portugal

A pé pela Route 66 alentejana…

Granada, Espanha

E mais uma placa, tão do agrado do autor…

Alqueva, Portugal

Titanic, o cão pescador.

Palácio da Pena, Sintra, Portugal

Não querendo retirar a atenção da beleza arquitectónica do palácio, há no entanto uma questão que se me põe há algum tempo. Sempre que entro neste palácio, tenho a sensação de que estou numa espécie de miniatura palaciana, dada a exiguidade das salas e quartos e altura e largura das portas. Será que o séquito real era muito baixo e atarrancado? Decididamente, este nunca poderia ser um palácio para alemães, russos, nórdicos… 🧐

Beja, Portugal

Mural histórico pintado por D. Sancho I em 1210, um ano antes da sua morte, durante o seu périplo de povoamento pelas bandas de Beja, onde se apaixonou por uma almóada convertida ao cristianismo de nome Marta.

Praia Fluvial de Alqueva (Portel), Portugal

As minhas Maurícias…🤪😎

Alhambra, Granada, Espanha

Complexo palaciano e fortaleza, na sua maioria construído entre 1248 e 1354, albergou o monarca da dinastia nacérida e a respectiva corte do Reino de Granada e representou o expoente máximo do estilo granadino da arte andaluza. Com a conquista de Granada pelo rei católico Fernando II de Aragão e pela rainha Isabel de Castela em 1492, o complexo foi transformado em palácio real, tendo ao longo dos tempos sofrido alterações ao sabor dos reinados e dos contextos. Alhambra é Património Mundial da UNESCO e o monumento mais visitado de Espanha.

Budha Éden, Bombarral, Portugal

O decapitado de pernas para o ar…

Lisboa, Portugal

Panorâmica da Lisboa menos turística.

Carnaval, Sesimbra, Portugal

Não é Carnaval e por isso mesmo nada melhor de que recordar que Carnaval é quando o Homem quer.

Sidi Bou Said, Tunísia

Antes de mais explicar que em árabe “Sidi” tem o mesmo significado que em português “Santo” ou “Senhor”. Neste caso será qualquer coisa como Santo Bou Said ou Senhor Bou Said. Relativamente ao “Bou Said” foi precisamente um santo nascido no século XII e cuja sepultura se encontra no centro da vila. Depois dizer que se trata de uma vila pitoresca, situada 20 kms a nordeste de Tunis numa falésia sobre o mar Mediterrâneo que domina o golfo de Tunis e a zona de Cartago. Com as tradicionais casas azuis e brancas é talvez o mais famoso postal da Tunísia e, desde há muito tempo, conhecida como local de artistas e escritores. E mais não digo.

Costa de Caparica, Portugal

O Rei dos Sargos.

Budha Éden, Bombarral, Portugal

Sólidos ou líquidos?