Serra da Arrábida, Setúbal, Portugal

Situada na margem norte do estuário do rio Sado e integrada no Parque Natural da Arrábida, apresenta um clima mediterrânico temperado e uma flora rica, onde se destacam a azinheira, o sobreiro e o carvalho. Possui também praias protegidas pela serra, de águas tranquilas e transparentes, como o Portinho da Arrábida, Figueirinha, Praia dos Coelhos, Galápos e Galapinhos, esta última eleita pela European Best Destinations como a melhor praia da Europa em 2017. Na serra existe também um convento (Convento de Nossa Senhora da Arrábida) do séc. XVI, outrora um mosteiro franciscano; uma pequena fortificação marítima do séc. XVII (Forte de Santa Maria da Arrábida), cuja primeira função era a defesa do convento, então local de peregrinação; e também ruínas romanas de uma fábrica de salga de peixe. Posto isto, e depois de toda esta lenga-lenga, é, hoje em dia, local de peregrinação regular do Roadrunner!

Praça do Bocage, Setúbal, Portugal

Bocage não precisa de apresentações. Na sua terra natal, Setúbal, a principal praça da cidade, onde fica situada a Câmara Municipal, ostenta o seu nome e também a sua estátua. Aqui fica uma singela homenagem ao poeta, através de um dos muitos sonetos que escreveu, o Soneto de Todas as Putas.

Não lamentes, oh Nise, o teu estado;
Puta tem sido muita gente boa;
Putíssimas fidalgas tem Lisboa,
Milhões de vezes putas têm reinado:

Dido foi puta, e puta d’um soldado;
Cleópatra por puta alcança a c’roa;
Tu, Lucrécia, com toda a tua proa,
O teu cono não passa por honrado:

Essa da Rússia imperatriz famosa,
Que inda há pouco morreu (diz a Gazeta)
Entre mil porras expirou vaidosa:

Todas no mundo dão a sua greta:
Não fiques pois, oh Nise, duvidosa
Que isso de virgo e honra é tudo peta.